Notícias

PEIEX: Número de empresas em processo de exportação na Bahia supera expectativas

22/12/2023 14:07

O último ciclo Programa de Qualificação para Exportação – PEIEX, realizado pela Apex-Brasil entre 2022 e 2023, em parceria com outras instituições, entre as quais o IEL Bahia, superou expectativas. O total de empresas atendidas foi de 367 (meta era 350) na Bahia 25 em Sergipe. Entre as baianas,  24 efetuaram vendas para outros países.

Este é o caso da Cachaça Kirikó, produzida numa fazenda em Mata de São João, a menos de 100 Km de Salvador. Em 2023, um primeiro contêiner carregado de garrafas da aguardente foi enviado para Lisboa, marcando o início de sua comercialização para o exterior.

Após iniciar com treinamentos e consultorias sobre logística, formação de preços e outros “pontos de risco”, seus sócios passaram a participar de feiras internacionais. “Estivemos em Portugal e Paris, aí começamos contatos com importadores, fizemos estudos de demanda, perfil de mercado, e toda esta experiência nos possibilitou fechar um negócio seguro”, conta Hermes Bezerra.

Outra empresa que aproveita o conhecimento adquirido com o Programa é a Acarajé da Bahia, que já vende o quitute congelado para a Suíça. Com o apoio de uma empresa exportadora, seu dono também conversa com o Japão e está em negociação com um brasileiro que pretende abrir um ponto de vendas nos Estados Unidos. “Há muitas possibilidades e oportunidades se abrindo e tudo o que aprendemos com o PEIEX será de grande utilidade”, acredita Ubiratan Sales.

Entre as 25 empresas atendidas em Sergipe, três estão em fase de negociação com compradores internacionais e a Lutchi Cafés exportou para Estados Unidos. Recentemente, eles conseguiram o certificado de FDA junto à agência americana, fazendo o primeiro embarque. “O programa tem ferramentas que funcionam como um manual da empresa que quer exportar; além disso, a vivência com profissionais com esta experiência permite nos qualificar ainda mais nesse mercado tão competitivo”, disse Thiago Maciel, representante comercial da Lutchi.

O Programa também contribui para aquelas empresas que ainda estão no processo de internacionalização, a exemplo da Kaê Chocolates. “Os cursos nos ajudaram a entender muita coisa sobre logística, exigências legais, fluxos de mercados internacionais. Está sendo superpositivo, as informações são importantes no desenvolvimento desse processo", diz o proprietário Jorge Klot.

Ciclo – Em 2021 o IEL Bahia foi selecionado para executar mais um ciclo do PEIEX no estado, por meio de núcleos e polos em cinco cidades: Salvador, Feira de Santana, Ilhéus, Vitória da Conquista e Luís Eduardo Magalhães. O atendimento iniciou em fevereiro de 2022 e alcançou 367 empresas atendidas ou em atendimento, sendo 103 na capital, 107 em Feira de Santana, 104 no núcleo Ilhéus/Vitória da Conquista e 53 em Luís Eduardo Magalhães. 

Nos núcleos de Ilhéus e Luís Eduardo Magalhães foi instalado o atendimento especializado para Cacau e Chocolate e Algodão respectivamente, através de técnicos treinados na metodologia do PEIEX Agro. “Esses núcleos, além de fazerem o atendimento multisetorial, também atendem empresas desses setores de forma especializada e estão abertos para atender à distância empresas de outros estados destes setores”, explica a coordenadora de Negócios do IEL Bahia, Sandra Pasta.

PEIEX – O Programa de Qualificação para Exportação é oferecido pela ApexBrasil com o intuito de preparar as empresas brasileiras para iniciar o processo de exportação de forma planejada e segura. Atualmente, o PEIEX cobre todas as regiões do Brasil e está presente em 21 estados e 57 municípios. Por meio de diferentes parcerias, inclusive o IEL BA, o PEIEX vem sendo executado no estado da Bahia desde 2008, tendo atendido 1.788 empresas no estado entre 2008 e 2021.